Santarém – Câmara leva os apartamentos da ex-EPC a terceira hasta pública

em Últimas

A Câmara de Santarém aprovou, na segunda-feira, com os votos contra dos vereadores do PS, a realização de uma nova hasta pública de edifícios municipais. A proposta foi criticada pelo vereador do PS Rui Barreiro, considerando que pelos valores propostos mais parece que a Câmara não quer vender os imóveis. A Câmara propõe a venda de dois blocos de apartamentos por 375 mil euros e oferece um desconto de 30% sobre aquele valor para os outros dois antigos blocos de apartamentos dos oficiais da EPC. “Além de continuarmos a assistir à degradação do estado geral deste património municipal, com esta proposta vamos continuar a ter a hasta pública deserta, tal como aconteceu às duas anteriores. Para o vereador do PS, a venda dos apartamentos devia ser pela totalidade e não em dois blocos, pois ninguém vai recuperar dois edifícios, tendo ao lado outros dois em mau estado, além de que não há razão nenhuma que leve a crer que os valores propostos são os do mercado.
O presidente da Câmara referiu que os edifícios da ex-EPC já estavam muito degradados quando foram adquiridos pelo município em 2009 e nestes 8 anos o problema acentuou-se. O autarca sublinhou que estão em curso conversações com o governo para renegociar o valor a pagar pela antiga Escola Prática. Justificou ainda o procedimento da abertura da hasta pública e a definição do valor base de licitação com a necessidade de cumprir as regras e a transparência neste negócio.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Últimas

0 0.00
Ir para Topo