Muro de Pernes vai para obras… 4 anos depois do desabamento

em Últimas

O muro do Rossio de Pernes vai finalmente para obras. Assim o garantiu na última assembleia municipal o presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves, em resposta às críticas do presidente da Junta de Freguesia de Pernes que ao constatar a ausência de investimento do município na freguesia, perguntou se Pernes ainda pertence a este concelho?”.
O presidente Ricardo Gonçalves disse que “a obra do muro junto à EN3 no centro de Pernes vai ser consignada esta semana pela Câmara. Embora não seja da sua responsabilidade, mas sim do IP – Infraestruturas de Portugal, pelo que “a Câmara vai demandar o IP para ser ressarcida desta despesa.
Recorde-se que já passaram quase quatro anos desde que o muro desabou no centro da vila de Pernes, mesmo junto à estrada nacional (EN3). Na ausência de resposta do IP, a Câmara decidiu este ano mandar executar a obra.
Além do atraso nesta obra que esteve prometida terminar em maio, o presidente da Junta de freguesia de Pernes, Luís Emílio, lamentou ainda a falta de resolução do problema do quartel da GNR, da falta manutenção de espaços verdes, da inexistência de resposta aos problemas de trânsito e de segurança na freguesia. O autarca questionou ainda o presidente da Câmara sobre as prometidas obras no Mouchão de Pernes e sobre o processo da construção do pavilhão desportivo na Escola D. Manuel I em Pernes.
O autarca recordou que o projeto do pavilhão desportivo teve um financiamento comunitário aprovado de 75% de um máximo de 750 mil euros. “A Câmara fez um ajuste direto, quando este procedimento ainda era legalmente permitido, mas teve de repetir o processo em 2010 quando a lei já obrigava a um concurso público, o que levou o Tribunal de Contas a chumbar o projeto, tendo-se perdido os financiamentos.
Passados 7 anos, Luís Emílio criticou a ausência de investimentos da Câmara na freguesia de Pernes: “Pernes não faz parte deste concelho ou tudo tem sido feito premeditadamente para atingir outros fins”.
O presidente da Câmara respondeu que “não há fundos comunitários para construir o pavilhão desportivo em Pernes”. O autarca disse ter reunido, há três meses com a secretária de Estado, para na tentativa de obter fincniamento através de um contrato programa com o Governo, a exemplo do que foi feito com outros municípios da região, para construir pavilhões desportivos nas escolas de Pernes e de Alcanede. “A secretária de Estado ficou sensibilizada para o problema, agora temos de aguardar que haja finciamentos comunitários ou nacionais para fazer estas obras muito importantes”.
Quanto aos arranjos no Mouchão de Pernes, Ricardo Gonçalves prometeu que “vai ter um projeto à medida no próximo mandato”. O presidente da Câmara recordou a obra feita pelo município na levada, mas o presidente da Junta de Freguesia retorquiu que “a empreitada foi financiada pela Administração Central, as quedas de água nem sequer estão a funcionar, a levada não corre, pelo que a obra nem se pode considerar concluída”.

5 Comments

  1. Noticia transcendente ‘a volta do MURO DE PERNES que ruiu para a EN3 numa noite de Fevereiro AD 2014 (a caminho de completar de 4 anos!!!) e que ainda nao foi RECONSTRUIDO!!!!!!! E’ a pura DISCRIMINACAO da Camara Municipal de Santarem (CMS) em relacao ‘a FREGUESIA RURAL DE PERNES no seu melhor. Sera que ELA nao faz parte do Concelho de Santarem? Parece que nao. Ou e’ uma certeza? O PIOR CEGO E’AQUELE QUE NAO QUER VER. Vou buscar os binoculos para ler os COMENTARIOS DOS PERNENSES que estao neste site do jornal O RIBATEJO.

    Rudi B.-FI

  2. Ainda existe muita gentinha na FREGUESIA RURAL DE PERNES que NUNCA viu uma parte do MURO que ruiu para EN3 nuna noite de Fevereiro AD 2014 e que ate’ agora continua por RECONSTRUIR!!!!!!! Assim como NUNCA ouviu falar das LUTAS por um PAVILHAO DESPORTIVO e pela RENOVACAO DO MOUCHAO PARQUE / A SALA DE VISITAS DE PERNES. And so on. DOMINE, ajudai – os a ver, a ouvir e a falar.

    Rudi B.-FI

  3. MURO DE PERNES VAI PARA OBRAS … ( QUASE ) 4 ANOS DEPOIS DO DESABAMENTO. A noticia parece que da’ a entender que e’ por estes proximos dias que a obra se vai iniciar!!!!!!! Nada mais errado. Nao foi com pompa que a CMS anunciou, esta’ no semanario O RIBATEJO, que a INFRAESTRUTURAS DE PORTUGAL (IP) iria arrancar com um passeio em PERNES de 1260 metros, por baixo do muro que desabou, para a seguranca dos peoes no TERCEIRO SEMESTRE do AD 2017? O meu QI diz que o terceiro semestre de 2017 sao os meses JULHO, AGOSTO E SETEMBRO. Estamos em 19 de Setembro e ……. Se todas as mentiras/promessas pagassem IMPOSTOS o Jardim da Celeste nao tinha necessidade de troikas, e nao so’.

    Rudi B.-FI

  4. MURO DE PERNES VAI PARA OBRAS ………………………………………………………………………… MAS AINDA NAO DA’ PARA EMBANDEIRAR EM ARCO. VAI SER UM DIA. SO’ QUE ATE’ LA’ MUITA CHUVA HA’ – DE CAIR.

    ” CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARA’ ”

    RUDI B.-FI

  5. CORRECCAO.
    ………………………………………………………………………………………..
    PRIMEIRO TRIMESTRE = JANEIRO, FEVEREIRO E MARCO
    SEGUNDO TRIMESTRE = ABRIL, MAIO E JUNHO
    TERCEIRO TRIMESTRE = JULHO, AGOSTO E SETEMBRO
    QUARTO TRIMESTRE = OUTUBRO, NOVEMBRO E DEZEMBRO
    …………………………………………………………………………………………
    TRIMESTRE = PERIODO DE 3 MESES
    SEMESTRE = PERIODO DE 6 MESES
    ………………………………………………………………………………………
    AS OBRAS DO PASSEIO DE 1260 METROS PARA PEOES, localizado abaixo do muro que ruiu, tinha sido anunciada com pompa pela CMS / IP so’ que ……. Tenho em meu poder o semanario O RIBATEJO, digno de toda a confianca / garantia, que diz : As obras do passeio para peoes tera’ inicio no TERCEIRO TRIMESTRE DO AD 2017. Faltam 11 dias e …….. Nao se deve deitar foguetes antes da festa. A verdade e’ so’ uma as imitacoes e’ que sao varias.

    RUDI B. – FI

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Últimas

0 0.00
Ir para Topo