Filipe Justino “as Festas são de todos os Coruchenses”

em Cultura

Antecipando uma semana de puro divertimento, convívio e alegria, a Comissão de Festas , a Irmandade de Nossa Senhora do Castelo e a Câmara Municipal de Coruche apresentaram o programa das Festas, no dia 5 de agosto, na Galeria do Mercado Municipal de Coruche.
As Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo estão a decorrer em Coruche até 19 de agosto, com um vasto programa que foi apresentado em conferência de imprensa no passado sábado, pelas três entidades que organizam este evento: o presidente da Comissão de Festas de Coruche Felipe Justino Pita, o juiz da Irmandade de Nossa Senhora do Castelo Carlos Potier e o presidente da Câmara Municipal de Coruche, Francisco Silvestre Oliveira).
A parte religiosa das Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo teve início a 6 de agosto, no entanto, as festas profanas só terão início na segunda-feira, 14 agosto, pelas 18 horas.
Na apresentação do programa, o presidente da Comissão de Festas Filipe Justino sublinhou a “intenção de escolher um cartaz digno e capaz de agradar a todos os públicos”. A trabalhar desde janeiro à frente da equipa de voluntários da comissão de festas, Felipe Justino salienta que “com a boa vontade de todos tem sido possível vencer as dificuldades que sempre se colocam neste desafio de organizar um programa ambicioso, em que a comissão tem de angariar os patrocínios necessários para suportar metade das despesas das festas”.
Aos nostálgicos que gostariam de ver as festas de novo organizadas pelo município, Filipe Justino responde que “desde 2002 que este modelo está a dar provas de funcionar bem, com a participação da Irmandade de Nossa senhora do Castelo, da Câmara Municipal, e dos parceiros não institucionais, como os patrocinadores, as empresas, os particulares, as associações, as freguesias, os clubes, bombeiros, ranchos folclóricos, as tertúlias, enfim com o máximo envolvimento das entidades e associações do concelho, porque as festas são de todos nós, coruchenses”.
O juiz da Irmandade de Nossa Senhora do Castelo, Carlos Alarcão Potier, recordou o momento alto das festas do ano passado, em que se comemoraram os 500 anos da tradicional procissão, e que este ano se pretende uma vez mais honrar com a missão de manter e alargar o culto de Nossa Senhora do Castelo”.
O presidente da Câmara Francisco Oliveira entende que o atual modelo de organização das festas tem dado frutos, com o bom entendimento das três entidades – Comissão de Festas, Câmara e Irmandade – a resultar em melhoramentos nas várias componentes das festas”.
O autarca sublinha a importância destas festas não só para os coruchenses, que aqui têm um dos eventos com mais significado ao longo do ano, mas também como um momento de promoção e atração turística do concelho”.
“Quem vier às nossas festas será bem recebido”, declarou Francisco Oliveira, garantindo que “se tudo correr bem, estas serão as melhores festas do concelho e da região, e para isso todos trabalhámos de forma voluntária”.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Cultura

0 0.00
Ir para Topo