Festas de Coruche – Seis dias e seis noites de puro divertimento ribatejano

em Cultura

O maior fogo-de-artifício da região, a tradicional procissão em honra de Nossa Senhora do Castelo que já se realiza há cinco séculos, o cortejo etnográfico com mil participantes, os concertos com os grandes nomes da música portuguesa, e as atividades taurinas diárias são alguns dos destaques do programa das Festas de Coruche que prometem seis dias e seis noites de puro divertimento.
A componente religiosa das Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo teve início a 6 de agosto com as novenas diárias na Ermida, com o mesmo nome, e a colaboração do Grupo Coral de São João Baptista e da banda filarmónica Sociedade de Instrução Coruchense. No entanto, as festas profanas só terão início na segunda-feira, 14 agosto, pelas 18 horas.
O dia 14, Dia do Fogo, terá como destaque o tradicional fogo-de-artifício no rio Sorraia à meia-noite, antecipado da Saída da Tocha (chama da fé) que sairá em corrida até ao local de realização do fogo de artifício. Pela noite dentro, há ainda muita animação programada, com o concerto da Sociedade de Instrução Coruchense, sob o tema genérico “Músicas Portuguesas” e as primeiras largadas de toiros.
O dia 15, Dia da Assunção de Nossa Senhora, tem como ponto alto a Procissão em Honra de Nossa Senhora do Castelo, Padroeira de Coruche, que percorrerá as ruas da vila e será presidida pelo Reverendo Cónego Elias Serrano, pároco de Coruche. Este também é o dia de referência para os amantes de folclore com a realização do Festival de Folclore “António Neves”, com a participação de quatro grupos convidados e três do concelho.
O dia 16, dedicado ao Aficionado, vai começar com uma entrada de cabrestos nas ruas, logo pela manhã. Será dia também do Desfile de Tertúlias, ao final da tarde, que a exemplo dos dois anos anteriores será certamente recheado de muita música e animação, seguido da Tourada à Corda com quatro toiros e Pastores e Capinha da Ilha Terceira, Açores. A noite do aficionado terá como destaque principal no Palco Sorraia, o espetáculo com Emanuel.
O dia 17 de agosto, dedicado ao Campino do Sorraia e feriado municipal, terá como destaque o grande Cortejo Histórico e Etnográfico, numa grande recriação cultural de memórias e identidade que envolve cerca de mil participantes. Este ano o Cortejo é dedicado ao tema “Água, fonte de vida – memórias da nossa terra”.
Pelas 18 horas, terá lugar a Corrida de Toiros que este ano prestará a justa homenagem a um homem que dedicou a sua vida à Festa dos Toiros, Mestre David Ribeiro Telles. A encerrar a programação noturna, Miguel Araújo fará certamente do recinto das festas uma lotação esgotada.
Dia 18 de agosto, dedicado à Juventude, vai ter muitas largadas nas ruas da vila, provas de condução de cabrestos e picaria à vara larga na Vinha das Baleias. A noite irá contar novamente com um grande concerto de Rita Redshoes no palco do Sorraia.
Para o último dia desta edição de 2017, que recebeu o título “Para o Ano Há Mais”, a programação foi ambiciosa: Muita animação taurina durante toda a manhã e também uma novidade. A organização da primeira grande Caminhada das Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo, organizada pelo Grupo de Amigos do Trail da Coruja.
A Tourada à Corda será novamente um dos pontos altos do dia, juntamente com o concerto dos UHF no palco principal do Parque do Sorraia. A frente ribeirinha será ainda iluminada com um espetáculo pirotécnico de encerramento das festas.
Paralelamente a estes destaques terão lugar muitas outras iniciativas como o torneio de golfe, os concursos de pesca desportiva, muitos momentos de animação musical no recinto a animar as famosas tasquinhas das festas que servem a boa gastronomia ribatejana, sem esquecer o espaço tertúlia que todos os dias a partir das 01h30 assegura em Coruche as noites mais quentes do ano.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Cultura

0 0.00
Ir para Topo