Projeto internacional – Misericórdia de Santarém apresenta manual de combate ao abandono escolar

em Últimas

O lançamento do “Manual de Boas Práticas no Combate ao Abandono Escolar” teve lugar na Santa Casa da Misericórdia de Santarém, no passado dia 7. A sessão contou com as presenças de Susana Pita Soares, vereadora da Ação Social, Inês Barroso, vereadora da Educação, técnicas da Divisão de Ação Social e Saúde da Câmara, da CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco, do provedor da SCMS Mário Rebelo, da diretora da SCMS Maria José Casaca, e das técnicas que apresentaram o projeto, entre outros parceiros.
O “Manual de Boas Práticas no Combate ao Abandono Escolar” resulta do trabalho desenvolvido e da partilha de experiências que a SCMS promoveu, ao ser convidada a integrar o projeto de parceria transnacional EDU-ACTION, tendo em conta a sua atividade interventiva ao nível dos serviços de Infância e Juventude com modelos pedagógicos adequados às necessidades das crianças e jovens, complementares ao papel de outros agentes educativos e valorizadores do papel da Escola, mas também atendendo às responsabilidades atribuídas ao nível da Rede Social Concelhia, nomeadamente, a representatividade no núcleo executivo do CLASS – Conselho Local de Ação Social de Santarém e na CPCJ e nos atuais projetos de parceria com particular incidência em territórios socioeconomicamente desfavorecidos.
Tendo em conta a meta estabelecida no âmbito da estratégia Horizonte 2020, que perspetiva reduzir o Abandono Escolar na Europa para valores inferiores a 10%, o Projeto “Edu-Action” pretende fomentar a cooperação e a partilha de experiências entre organizações de diferentes regiões do Mundo que trabalham nos domínios da Infância e Juventude, através do desafio de identificar boas práticas intercontinentais.
Dois técnicos das organizações parceiras viabilizaram experiências in loco, facilitadoras da reflexão sobre estratégias e metodologias de intervenção, consideradas adequadas aos desafios impostos na resposta ao fenómenos de abandono, absentismo e/ou insucesso escolar, muitas vezes associados a contextos de pobreza e/ou exclusão social.
O intercâmbio dos técnicos decorreu nos meses de fevereiro e março de 2017, e permitiu a partilha de experiências emergentes de intercâmbio de técnicos, determinante na construção do produto final deste projeto: um manual de boas práticas, que vai ser disponibilizado brevemente, gratuitamente, a nível internacional.
Os técnicos da equipa portuguesa foram recebidos pelas organizações do Senegal e da Índia e a Misericórdia de Santarém acolheu um técnico senegalês e outro indiano.
As técnicas da SCMS realçaram a importância da partilha de saberes e experiências, em conjunto, no processo de aprendizagem e o apelo constante à criatividade, tendo em conta, os parcos recursos existentes, em alguns casos, e a valorização dos recursos naturais como forma de criar pontes entre tribos.
Este projeto contou com a participação de organizações de 6 países: Per Esempio (Itália) – entidade coordenadora, Fekete Sereg Ifjusagi Egyesulet (Hungria), Future au Présent (Senegal)Jeevanrekha Parishad (India), Fundación Aprendizaje en Acción (Bolívia).e Santa Casa de Misericórdia de Santarém (Portugal).

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Últimas

0 0.00
Ir para Topo