Santarém – Pesar pelas mortes de Manuela de Azevedo e Basílio Oleiro

em Últimas

A Câmara Municipal de Santarém aprovou dois votos de pesar pelas mortes do antigo presidente da Junta de Freguesia de Arneiro das Milhariças, Basílio Oleiro, que fez seis mandatos na autarquia, e da ilustre Manuela de Azevedo, a primeira mulher, em Portugal, a receber a carteira profissional de jornalista, que morreu aos 105 anos, na sexta-feira, dia 10 de fevereiro. A par da sua obra literária e jornalística, Manuela de Azevedo deixa a sua marca na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire, em Santarém, com a doação que fez ao Município, em novembro de 1979, com o objectivo de dar “uma função cultural” a uma pequena biblioteca e a uma coleção de obras de arte.
A Câmara Municipal de Santarém assinalou o seu centenário no dia 31 de agosto de 2011, com a Exposição da Coleção de Arte contemporânea de Manuela de Azevedo, patente no auditório da Biblioteca Municipal de Santarém, e que reuniu muitas obras da coleção em que se destacam trabalhos de Vieira da Silva, Salvador Dali, Manuel Cargaleiro, Júlio Pomar, José de Guimarães, Nadir Afonso, Teixeira Lopes, Emilia Nadal, João Hogan, Miguel Angelo Lupi, entre outros.

Deixar uma resposta

Your email address will not be published.

*