AFS – Um livro sobre as infraestruturas do futebol no distrito de Santarém

em Desporto

A Associação de Futebol de Santarém apresentou esta semana um estudo inédito sobre as infraestruturas desportivas para a prática do futebol no distrito de Santarém, em cerimónia pública que contou com a presença António Laranjo, presidente da Infraestruturas de Portugal, assim como de Hermínio Loureiro, vice-presidente da FPF, entre vários autarcas e dirigentes de clubes do distrito.
O estudo, editado em livro, é da autoria de Pedro Raposo, Alfredo Silva e André Pereira (professores e aluno da Escola Superior de Desporto), e teve a colaboração de todas as autarquias do distrito, clubes filiados na AFS e a parceria da já referida Escola Superior de Desporto de Rio Maior. É uma minuciosa carta actualizada do que cada um dos 21 concelhos tem em matéria de equipamentos desportivos afectos à prática do futebol e do futsal.
Foi Francisco Jerónimo, presidente da AFS e promotor deste importante estudo, que o descreveu com algum pormenor na apresentação do livro, que teve lugar esta segunda-feira, no hotel de Santarém.
O estudo, como referiu, incidiu sobre a totalidade das instalações desportivas utilizadas pelos clubes inscritos no ano 2016 na AFS nas modalidades de futebol -11, futebol- 7 e futsal, portanto, campos de futebol e pavilhões. A georreferenciação destas 104 instalações desportivas identificadas permitirá que passem a constar de uma base de dados que se encontra associada por um identificador comum – mapa digital; tendo a avaliação funcional incidido sobre 6 dimensões de análise: área desportiva útil, apetrechamento, áreas de apoio, segurança e higiene, acessibilidade, e tecnologia disponível. Foi ainda constituído arquivo com cerca de 2000 fotografias.
Estes equipamentos – 59 campo de futebol-11, 34 pavilhões desportivos, 11 campos de futebol -7 (autónomos), estão actualmente ao serviço de73 clubes, num total de 458 equipas e 7351 praticantes, sendo que mais de 83% são jovens atletas e apenas 16% seniores. O que dá uma dimensão óbvia do investimento dos clubes na formação. Verifica-se ainda que os municípios são a entidade proprietária do maior número de instalações (61,6%), embora, como referiu depois Pedro Ribeiro, presidente da Comunidade Intermunicipal da Lezíria, sejam também as autarquias a subsidiar os clubes que têm instalações próprias.
Francisco Jerónimo referiu ainda, a fechar a sua apresentação do livro, que o período entre 2000 a 2010 constitui o de maior atividade na construção de instalações desportivas para a prática de futebol no distrito de Santarém. Assunto em que pegou o presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves, para lamentar que o actual quadro comunitário não contemple o financiamento de infraestruturas desportivas. Já o vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Hermínio Loureiro, aproveitou a informar os presentes dos subsídio de 4,2 milhões de euros que a FPF atribuiu aos clubes um pouco por todo o país (no distrito de Santarém houve 4 clubes beneficiados – Pego, Tramagal, Alcanena e Moçarria).
Cabia ao presidente da Infraestruturas de Portugal fazer a intervenção de fundo neste encontro. Depois de tecer rasgados elogios ao estudo apresentado por Francisco Jerónimo, e de recordar a sua juventude em Santarém, onde ainda jogou à bola no velho campo dos Leões, António Laranjo centrou-se nos temas da segurança dos equipamentos e recintos desportivas, quer para o público como para os atletas, assim como no candente assunto da economia energética, desde a iluminação à poupança no consumo. O gestor público lembrou a recente tragédia no estádio angolano do Uíge, onde se registam 17 mortos e 56 feridos, para explicar como se deve dar particular atenção à segurança nos eventos desportivos, como na construção das instalações. Já sobre o consumo energético, demorou-se mais longamente a explanar os meios e processos para uma poupança e efectiva na bolsa dos clubes e das autarquias, assim como no meio ambiente.

Maria Luísa Madeira curti este post

Deixar uma resposta

Ultima de Desporto

0 0.00
Ir para Topo