Nersant defende fusão das caixas agrícolas da região

em Economia

A presidente da Nersant lançou o desafio às caixas de Crédito Agrícola da região para se fundirem e, dessa forma, ganharem escala e maior capacidade de apoiarem as empresas da região no seu financiamento bancário. Salomé Rafael deixou este desafio no lançamento do projeto Ribatejo Empreende, um programa-chapéu de várias iniciativas de apoio ao empreendedorismo que a Nersant vai lançar em 2017, e que foi apresentado na Startup Santarém, com a presença do secretário de Estado da Indústria.

A dirigente empresarial defende a criação de instrumentos financeiros de base regional que apoiem os projetos dos empreendedores do Ribatejo e sugeriu que as caixas agrícolas podem ser parte dessa nova solução, à semelhança do que foi e continua a ser o sistema de garantia mútua, com uma escala suprarregional e nacional. Salomé Rafael continua a lamentar a falta de abertura da banca para a capitalização das empresas e, falando do que considera ser “a fragilidade do sistema bancário”, sugeriu a alternativa de uma solução que passe pelo crédito agrícola. Este sistema é baseado na autonomia de cada caixa agrícola face à regulação nacional que é feita pela Federação Nacional das Caixas de Crédito Agrícola Mútuo através da Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo. Na nossa região existem vários balcões afetos ao Crédito Agrícola de Alcobaça, mas também vários outros totalmente independentes e que estão agora em processo de reorganização ou fusão.

Deixar uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Economia

0 0.00
Ir para Topo