páginas de topo

Atlético de Pernes junta mais de 300 atletas em torneio -FOTOS E VÍDEO


O Atlético Clube de Pernes, clube de futebol do concelho de Santarém, não tem relvado sintético mas tem a dimensão dos maiores clubes deste distrito, pelo menos a ver pelo seu conhecido torneio “ Troféu Comendador José Gonçalves Pereira”, que juntou mais de 300 atletas no fim-de-semana de Páscoa.
Na 7ª edição deste troféu, nem a chuva impediu que se tivesse praticado bom futebol no “inundado” campo de terra batida do Livramento que, apesar de pelado, recebeu dois dias do melhor futebol jovem de formação que se pratica na região.
Aqui estiveram equipas de todo o distrito, de vários escalões de formação, que levaram para casa muitos troféus feitos em madeira, a honrar a melhor tradição dos torneados desta vila de Pernes.
O presidente do clube era, no final da tarde de sábado, o rosto da satisfação por tudo ter corrido mais uma vez pelo melhor. “Deixou de ser um torneio com quatro equipas do concelho de Santarém, como se iniciou em 2004. Nos últimos seis anos conseguimos fazer o torneio crescer e temos agora um envolvimento de mais de 300 atletas”, frisou o responsável.
Apesar do sucesso, o clube tem tido azar com as condições meteorológicas que dificultam ainda mais a prática do desporto neste campo de terra. Para o ano, os responsáveis do Atlético pensam vir a mudar a data do torneio para o final da época.
Até lá, o clube vai tentando que se cumpra o sonho do novo relvado sintético. “Infelizmente continuamos a jogar no campo pelado e é essa a falha maior. É uma falha dos nossos responsáveis autárquicos e tenho que aqui deixar uma palavra crítica à câmara de Santarém câmara porque não conseguiram ainda dar-nos as condições que nós merecemos e atribuir a outros clubes a primazia de instalação de campos sintéticos”, afirmou Pedro Teopisto ao Jornal O Ribatejo.
Pelo Livramento passaram o vereador João Leite e o administrador da Scalabisport, Luís Arrais. João Leite não adiantou data para a construção do novo relvado mas referiu que a construção do pavilhão gimnodesportivo poderá arrancar dentro de um ou dois meses. “Estamos a trabalhar para termos aqui em Pernes uma oferta desportiva em melhores condições. Estamos à espera do visto do Tribunal de Contas para arrancar com a obra. É um investimento 750 mil euros, financiado a 80% por fundos comunitários”, explicou o autarca. João Leite disse ainda que é objectivo da Câmara lutar para que, no decurso das obras do pavilhão, possam arrancar também as obras do relvado sintético. “Estamos a reunir sinergias com privados para que se concretizem essas obras”, acrescentou.

, , , , , , , , , ,

Faça o primeiro comentário!

Deixar uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes