Ministro da Agricultura vai ser cabeça de lista do PS no distrito de Santarém; Miguel Relvas encabeça lista do PSD

em Destaque/Últimas

O ministro da Agricultura, António Serrano, vai ser o cabeça de lista do Partido Socialista (PS) pelo distrito de Santarém, nas próximas eleições legislativas, anunciou esta semana o presidente da distrital, Paulo Fonseca.

Miguel Relvas deverá ser o líder da lista do PSD, que hoje à noite decide a lista completa de candidatos a deputados pelo circulo eleitoral de Santarém.

Segundo Paulo Fonseca, o nome do actual ministro da Agricultura, natural de Beja (Alentejo), surgiu por proposta da distrital de Santarém e foi confirmado em reunião desta estrutura realizada esta quarta-feira, dia 13.

 

“O ministro da Agricultura fez um excelente trabalho em prol do país e do distrito. Sendo o Ribatejo o grande celeiro do país, a maior região agrícola, faz todo o sentido que seja António Serrano o cabeça de lista do PS nesta região”, afirmou à Lusa Paulo Fonseca.

 

António Serrano ainda não comentou a sua indigitação como cabeça de lista por Santarém, dizendo apenas que “não haverá declarações até aprovação pelos órgãos nacionais das listas e apresentação oficial”.

 

O presidente da federação distrital do PS adiantou que Jorge Lacão, ministro dos Assuntos Parlamentares e habitual cabeça de lista por Santarém, não integra as listas do partido neste distrito, uma decisão que foi comunicada à distrital pela direcção nacional. “É uma decisão do secretário-geral do partido e do próprio Jorge Lacão”, acrescentou Paulo Fonseca.

 

Paulo Fonseca referiu ainda que as listas do PS em Santarém não estão completas e que a federação distrital decidiu, na reunião de quarta-feira, que será o próprio presidente a escolher os restantes nomes que acompanham António Serrano.

 

O presidente da distrital socialista não quis adiantar outros nomes mas O Ribatejo sabe, de fonte do PS de Santarém, que a lista deverá incluir nomes como a atual secretária de Estado Adjunta e da Reabilitação Social, Idália Serrão, dos deputados António Gameiro, Anabela Freitas e João Sequeira, da governadora civil de Santarém e ex-deputada, Sónia Sanfona e do líder da JS distrital de Santarém, Hugo Costa.

 

Rui Barreiro, secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural e ex-presidente da câmara de Santarém, ficou de fora da lista do seu partido neste distrito. Rui Barreiro não quis comentar o facto de não entrar nas listas do PS no seu próprio distrito.

O ministro da Agricultura, António Serrano, tem 46 anos, nasceu em Beja e licenciou-se em Gestão de Empresas (ramo Agrícola) pela Universidade de Évora, em 1989. Exerce nesta legislatura pela primeira vez funções governativas como ministro da Agricultura. Mas já teve funções de presidente do Conselho de Administração do Hospital Espírito Santo (2005-2009) e Pró-Reitor da Universidade de Évora (1998-2002). É professor Catedrático no Departamento de Gestão de Empresas, do quadro de nomeação definitiva da Universidade de Évora.

1 Comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Destaque

0 0.00
Ir para Topo